Parnaradio - A Radio Mais Eclética da Web
More Website Templates @ TemplateMonster.com. April 02, 2012!

Goiás 1 x 0 São Paulo - Velho conhecido tira invencibilidade de Muricy

O gol marcado por Rodrigo foi aos 42 minutos do segundo tempo

Saiba Mais

Goiânia, GO, 22 (AFI) - O Goiás venceu o São Paulo por 1 a 0 jogando noestádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 23.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O gol da vitória saiu no final, aos 44 minutos do segundo tempo, em forte cobrança de falta do ex-são-paulino Rodrigo da intermediária, quando a bola bateu na trave e rebateu nas costas de Rogério Ceni para balançar as redes do time paulista.Com a vitória, o Goiás confirmou a boa fase no campeonato e se aproximou o grupo de classificação para a Copa Libertadores ao chegar aos 33 pontos, em sexto lugar. Já o São Paulo viu a série de três jogos invictos sob o comando de Muricy Ramalho se encerrar e voltou a rondar a zona de rebaixamento, estacionando nos 27 pontos.

Verdão começa melhor
O Goiás começou o jogo pressionando o São Paulo. Aos 4 minutos, Hugo chutou forte da entrada da área para a primeira defesa de Rogério Ceni. A resposta do São Paulo veio aos sete, com Paulo Henrique Ganso tocando para Wellinton dentro da área, que passou por Renan, mas chutou para fora. Pouco depois, Paulo Miranda recebeu bola na grande área, arrematou em cima do goleiro do Goiás, que foi obrigado a fazer duas defesas.

Após o susto, o time goiano voltou a dominar os lances de perigo. Aos 15 minutos, Walter recebeu a bola livre na pequena área, sem impedimento, e chutou em cima de Rogério Ceni. Na sequência, o atacante do Goiás perdeu o ângulo e chutou para nova defesa do goleiro do São Paulo. Após este lance, houve um princípio de tumulto nas arquibancadas, com Walter e Ceni pedindo calma para as torcidas.

Aos 23 minutos, o lance de maior perigo contra o São Paulo, Walter tentou encobrir Rogério Ceni em chute da intermediária, obrigando o goleiro do time paulista a se esticar para grande defesa. Mesmo com as melhores chances do Goiás, o time paulista também tentou chegar, mas sem perigo para Renan. Aos 29, em nova chance para o time goiano, Renan Oliveira chutou forte e rasteiro, raspando a trave direita de Ceni. Aos 34, Denilson foi substituído por Fabrício no São Paulo após sentir a coxa direta.

No finalzinho
Na segunda etapa, o jogo recomeçou mais equilibrado, mas sem chances de gol para as equipes. Aos 11 minutos, Paulo Henrique Ganso recebeu lançamento da intermediaria, mas chutou por cima da meta de Renan. Logo em seguida, os times mexeram: Luis Fabiano deixou o campo para o lugar de Aloísio no time paulista e Tartá cedeu espaço no Goiás para Araújo.O Goiás aos poucos voltou a levar perigo. Aos 16 minutos, Walter tentou chute de longa distância que passou por cima do gol de Rogério Ceni. Ao 17, Walter recebeu na grande área, em meio à indecisão do goleiro, lançou para o meio da área e, de voleio, Araújo chutou fraco nas mãos de Ceni. O troco do São Paulo veio em seguida, com passe de Paulo Henrique Ganso para Jadson, que tocou para Reinaldo chutar por cima.

Aos 24 minutos, os jogadores do São Paulo pediram pênalti em dividida de Welington com Tiago Mendes. Em seguida, duas trocas no Goiás - entraram Ramon e Sasha, respectivamente, nos lugares de David e Hugo. No São Paulo, Wellinton foi substituído por Osvaldo. Após as substituições, os times se lançaram ao ataque, mas com alguns lances sem efetividade.

Mas, aos 44 minutos, em cobrança de falta de Rodrigo da intermediária, o Goiás chegou à vitória. A bola bateu na trave e rebateu nas costas de Rogério Ceni, sacramentando a vitória do time goiano.

Próximos jogos
O Goiás volta a campo no próximo sábado, contra o Fluminense, às 18h30, no Estádio Serra Dourada, em Goiânia, pela 24ª rodada. No domingo, o São Paulo recebe o Grêmio, às 16 horas, no Morumbi, em São Paulo.

Postado Por www.futebolinterior.co.br 23/09/2013

Fechar

Rio Grande do Norte possui a 5ª maior carga tributária do Nordeste

Natal – Apesar de representar cerca de 99% dos empreendimentos e responder por 100% dos empregos gerados nos últimos cinco anos no Rio Grande do Norte, as micro e pequenas empresas potiguares ainda não têm o tratamento apropriado quando se trata de impostos. Uma empresa potiguar incluída no Simples Nacional recolhe, em média, 7% do seu faturamento em tributos.

Saiba Mais

Natal – Apesar de representar cerca de 99% dos empreendimentos e responder por 100% dos empregos gerados nos últimos cinco anos no Rio Grande do Norte, as micro e pequenas empresas potiguares ainda não têm o tratamento apropriado quando se trata de impostos. Uma empresa potiguar incluída no Simples Nacional recolhe, em média, 7% do seu faturamento em tributos.A taxa posiciona o Rio Grande do Norte na quinta posição entre os estados do Nordeste com maior carga tributária e pode ser considerada alta, já que a alíquota determinada pelo Simples Nacional é de 5,2%. Essa alíquota efetiva média de 7% está acima da média nacional, que é de 6,53%. Na região, a Bahia tem a maior carga tributária e o Maranhão a menor. Em âmbito nacional, o Paraná é o melhor estado para a instalação e a operação de uma pequena empresa e o Mato Grosso o pior.

Os dados fazem parte do estudo elaborado pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), em parceria com o Sebrae, que classifica os estados de acordo com o tratamento tributário dados às empresas optantes pelo Simples Nacional, o regime simplificado de recolhimento de impostos. O levantamento foi divulgado na quinta-feira (19), em Brasília (DF), e visa identificar o tratamento tributário dispensado às pequenas empresas nos estados e calcular a alíquota efetiva recolhida pelos pequenos negócios, além de destacar onde existem as melhores e as piores políticas tributárias.
O levantamento da CNI e do Sebrae se baseia nos números do Simples do ano passado e posiciona o Rio Grande do Norte na 17ª colocação no ranking nacional de estados com as maiores alíquotas de tributos. Foram considerados o Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ), Contribuição Social Sobre Lucro Líquido (CSLL), Cofins, PIS/Pasep, Contribuição Previdenciária Patronal (CPP), Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), Imposto Sobre Serviço (ISS), que estão inclusos no Simples.
Foram pesquisados 13 atividades envolvendo a indústria, comércio e serviço, que, em solo potiguar, incidem as taxas de 7,85%, 6,9% e 7,81%, respectivamente. No setor indutrial, foram analisadas as indústrias de calçados, laticínios, móveis, panificação, material cerâmico e vestuário. No comércio, o estudo considerou os ramos de autopeças, farmácia, material de construção, mercearia, restaurante e vestuário. A educação infantil entrou na área de serviço. De todas as atividades elencadas no Rio Grande do Norte, apenas a indústria da panificação tem tarifa inferior à praticada no restante do Brasil, com uma taxa de 5,96%. As demais estão acima das médias nacionais para cada um dos setores.

EXEMPLOS NACIONAIS
Para conquistar o status de melhor lugar para uma pequena empresa operar, o Paraná traçou diversas medidas para reduzir a carga de impostos. O Estado dá isenção de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para as empresas com faturamento até R$ 540 mil em 12 meses e redução das alíquotas do ICMS para aquelas com receita bruta entre R$ 540 mil e R$ 3,6 milhões em 12 meses. Não há equalização de alíquotas nas operações de compras interestaduais de matérias-primas ou de mercadorias para revenda. Além disso, o Estado adota a substituição tributária do ICMS apenas para produtos com convênio nacional. Na substituição tributária, o ICMS que seria devido por todos os elos ao longo da cadeia é concentrado em uma única etapa.
O Rio de Janeiro reduziu as alíquotas do ICMS para as empresas com receita bruta de R$ 2,4 milhões ao ano. O Rio Grande do Sul isenta as empresas com faturamento até R$ 360 mil e reduziu a alíquota do ICMS para todas as demais faixas até R$ 3,6 milhões. Em Goiás, o setor de vestuário é isento do ICMS e não há incidência de substituição tributária do ICMS para a maioria dos produtos do setor do comércio, incluindo o farmacêutico.
Entre os piores do ranking estão Mato Grosso (8,62%), Bahia (8,61%), Amazonas (7,84%), Acre (7,55%) e Piauí (7,55%). O Mato Grosso tem um regime complexo chamado de Regime de Estimativa por Operação Simplificada e adota o sublimite de R$ 1,8 milhão para as micro e pequenas empresas aderirem ao Simples Nacional. O teto do Simples é de R$ 3,6 milhões.
A Bahia, por sua vez, adota substituição tributária do ICMS para produtos comercializados por cinco dos seis setores de comércio que compõem o ranking. O Amazonas adota sublimite estadual de R$ 2,52 milhões. Acre e Piauí também adotaram o sublimite para fins de arrecadação do ICMS das empresas optantes pelo Simples.

Postado Por www.omossoroense.com.br 22/09/2013

Fechar

Jovem é espancado e enterrado vivo, mas acaba sendo socorrido

A ocorrência foi registrada próximo ao Rio Doce, onde os populares visualizaram a vítima agonizando e pedindo por socorro.

Saiba Mais

Populares conseguiram socorrer um jovem, na manhã de ontem (21), após o mesmo ter sido enterrado vivo, em um morro, no loteamento Santa Cecília, no Pajuçara, na zona Norte de Natal. A vítima tinha sido espancada e enterrada viva, mas conseguiu sair do buraco e pedir ajuda.

A ocorrência foi registrada próximo ao Rio Doce, onde os populares visualizaram a vítima agonizando e pedindo por socorro. Com isso, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e prestou atendimento ao jovem.

Atordoado, a vítima se identificou como sendo Diego. Algumas pessoas que estiveram no local disseram que ele era conhecido pelo apelido de João da Mata. De acordo com a polícia, testemunhas relataram que quatro homens teriam arrastado o jovem até a área do morro e o enterrado, possivelmente acreditando que ele estava morto.

Diego foi bastante agredido, tendo hematomas por várias partes do corpo e um ferimento profundo na cabeça. Até o momento, nenhum suspeito do crime foi identificado. O jovem foi levado para o Hospital Santa Catarina e está internado em recuperação.

Postado Por www.nominuto.com 22/09/2013

Fechar

Rodrigo Silva (9) marcou o segundo gol da vitória do ABC sobre a Chapecoense por 2 a 0

O ABC deu passo importante na difícil caminhada para se livrar o rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. Derrotou o vice-líder da competição, Chapecoense, jogando na tarde deste sábado (21) no Estádio Frasqueirão, em Natal.

Saiba Mais

O ABC deu passo importante na difícil caminhada para se livrar o rebaixamento do Campeonato Brasileiro da Série B. Derrotou o vice-líder da competição, Chapecoense, jogando na tarde deste sábado (21) no Estádio Frasqueirão, em Natal.Com a vitória, o alvinegro foi a 20 pontos, ficando a quatro pontos Atlético-GO, a primeira equipe fora da zona de rebaixamento. O próximo do ABC é contra o Boa Esporte, no Frasqueirão.

Já o Chapecoense, apesar da derrotar, continua no segundo lugar, com 46 pontos, atrás do Palmeiras que venceu o Sport por 2 a 0 e subiu para 55 pontos. O próximo jogo do time catarinense é fora de casa contra o Payssandu, na rodada da próxima terça-feira, 24.

O alvinegro natalense entrou em campo para buscar a vitória de qualquer maneira, por isso, o técnico Roberto Fernandes escalou a equipe com três atacantes: Gilmar, Rodrigo Silva e Alvinho. Apesar da formação ofensiva, o ABC foi firme na marcação não permitindo os ataques do adversário. O primeiro tempo foi equilibrado, mas o ABC abriu o placar numa bola cruzada na área que Gilmar aproveitou para chutar forte e abrir o marcador.

Ainda no primeiro tempo, Alvinho teve a chance de ampliar, ao chutar para fora uma bola dentro da grande área. O ataque da Chapecoense, que o artilheiro do campeonato Bruno Rangel, com 19 gols, pouco produziu e não deu trabalho ao goleiro Wilson Júnior.

No segundo tempo, a Chapecoense voltou melhor. Atacou mais, porém, a zaga do ABC estava bem postada. O alvinegro se fechou e buscar o gol para confirmar a vitória. Veio no finalzinho, numa cobrança de escanteio que o goleador Rodrigo Silva cabeceou sem marcação.

O ABC jogou com Wilson Júnior; Tiaguinho, Boaventura, Lino e Wesley Bigú (Rodolfo Testoni); Daniel Paulista, Somália (Michel Schmoller) e Giovanni Augusto; Gilmar (Leandro Santos), Rodrigo Silva e Alvinho. Técnico: Roberto Fernandes.

A Chapecoense atuou com Rodolpho; Fabiano, André Paulino, Rafael Lima e Tiago Saletti; Wanderson, Paulinho Dias, Nenén e Athos (Fabinho Alves); Tiago Luís e Bruno Rangel. Técnico: Gilmar dal Pozzo

Postado Por www.defato.com.br 22/09/2013

Fechar

Baraúnas e Santa Cruz jogam pela 15ª rodada neste domingo

Baraúnas e Santa Cruz se enfrentam pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C neste domingo, 22, às 16h, no estádio Nazarenão, em Goianinha.

Saiba Mais

Baraúnas e Santa Cruz se enfrentam pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série C neste domingo, 22, às 16h, no estádio Nazarenão, em Goianinha.Para a equipe Mossoroense uma vitória, praticamente rebaixada, fará com que o descenso seja adiado por mais uma rodada. Já os pernambucanos buscam um resultado positivo para seguir com o sonho de classificação para a 2ª fase da competição e o acesso a Série B em 2014.

O Leão do Oeste tem 13 pontos e está na 10ª posição no grupo, enquanto o Santa se encontra na 7ª posição, com 24 pontos ganhos, três acima pontos da zona da degola e dois abaixo dos quatro primeiros.

As prováveis escalações para a partida deste domingo são as seguintes: o Baraúnas com Érico, Pedrinho, Índio, Pedrosa e Renatinho Carioca; Wilker , Fidélis, Júlio Brasília e Radames; Fabinho Cambalhota e Tiago Alagoano.

Já o Santa Cruz deve ir a campo com Tiago Cardoso, Nininho, Everton Sena, Renan Fonseca e Tiago Costa; Ramirez, Sandro Barbosa e Luciano Sorriso; Raul; Dênis Marques e André Dias. Arbitragem fica por conta do Antônio Dib Moraes de Sousa auxiliado por Francisco Nurisman Machado e Karol V. Soares Martins.

Postado Por www.defato.com.br 22/09/2013

Fechar

19/09/2013 22h16 - Atualizado em 19/09/2013 23h18 Mano pede demissão no Flamengo

Derrota por 4 a 2 para o Atlético-PR no Maracanã leva treinador a deixar o cargo por acreditar que não conseguiu implementar sua filosofia de jogo

Saiba Mais

A demora de quase uma hora para se dirigir até a sala de entrevista coletivas do Maracanã era um indício: a derrota por 4 a 2, de virada, para o Atlético-PR, nesta quinta-feira, no Maracanã, não tinha sido bem digerida por Mano Menezes.A paciência e serenidade habitual do treinador chegaram ao fim, assim como sua passagem pelo Flamengo. Exatamente três meses e dois dias após sua apresentação no comando rubro-negro, ele encarou os jornalistas, evitou perguntas e apenas informou que acabara de pedir demissão.

- Vamos conversar um pouco diferente. Acabo de ter uma reunião com todos e comuniquei oficialmente que não sou mais técnico do Flamengo. Primeiro informei ao Paulo Pelaipe. Depois do jogo, fiz o comunicado a todos os jogadores. Estávamos fechando um ciclo de quatro meses e senti no resumo do jogo de hoje que não consegui passar para esse grupo aquilo que penso de futebol. E quando é assim, é porque o técnico precisa sair. Com essa visão, tomei essa decisão difícil e inédita na minha carreira, mas julgo ser a mais correta neste momento para que o Flamengo trilhe outro caminho que não seja esse, mais perto da zona de rebaixamento do que na parte de cima da tabela - comunicou o treinador, que foi contratado em junho para dar um perfil de mais peso ao comando técnico do Flamengo depois de uma experiência negativa com Jorginho, uma opção de baixo investimento dentro da política de austeridade financeira da diretoria ao assumir o clube.A decisão surpreende por acontecer somente 24 horas depois do próprio Mano dizer, em entrevista no Ninho do Urubu, que as coisas no Flamengo estavam acontecendo exatamente da maneira como ele esperava, com dificuldades e que era necessário ter paciência. O treinador não teve, e deixa o clube após ter 50% de aproveitamento em 22 partidas, com nove vitórias (incluindo um amistoso contra o São Paulo), seis empates e sete derrotas - na 15ª posição no Brasileirão, com 26 pontos, dois a mais que o Criciúma, primeiro no Z-4, e nas quartas de final da Copa do Brasil. Sob seu comando, o time não conseguiu sequer duas vitórias consecutivas. Como de costume, Jaime de Almeida assume a equipe interinamente para a partida com o Náutico, domingo, no Recife.Cerca 20 minutos após o pronunciamento de Mano, o diretor executivo, Paulo Pelaipe, também apareceu na sala de entrevista, mas não conseguiu dar muitas explicações para o ocorrido. Sucinto, disse que não se tratava de uma coletiva, adiou a decisão sobre o futuro treinador e se mostrou surpreso com o pedido de demissão.

- Fomos surpreendidos pela decisão do Mano Menezes. Após o jogo, ele procurou a direção e disse que não era mais treinador do clube, se despediu dos atletas. Lamentamos por ser um grande profissional. Vamos conversar com calma. Quando sair daqui (do Maracanã), vou conversar com o Mano mais longamente. Por obrigação, eu tinha que vir comunicar a vocês (jornalistas), mas não é uma coletiva. Estou apenas informando o fato com tristeza. Vou me reunir agora com o vice de futebol, diretoria, e depois indicaremos as providências a serem tomadas.

O próximo treinador será o quarto do Flamengo em uma temporada que começou com Dorival Júnior e teve ainda Jorginho, ambos mandados embora antes do pedido de demissão de Mano. Nesta sexta-feira, o elenco rubro-negro se reapresenta no Ninho do Urubu e viaja durante o dia para Pernambuco.

Postado Por www.globo.com.br 20/09/2013

Fechar

Hemocentro necessita de bolsas de sangue com urgência

Mais uma vez o Hemocentro de Mossoró está com seu estoque de bolsas de sangue em baixa e à espera dos doadores. A entidade está precisando de todos os tipos de sangue.

Saiba Mais

Mais uma vez o Hemocentro de Mossoró está com seu estoque de bolsas de sangue em baixa e à espera dos doadores. A entidade está precisando de todos os tipos de sangue. Os que mais necessitam no Hemocentro são os tipos de sangue negativos, os mais raros e os demais também estão em falta.

A demanda na unidade aumentou muito nos últimos meses e a assistente social, Eliane Aires explica como se deu esse aumento.‘A gente atribui isso, infelizmente, a violência em nossa cidade, acidentes e também as cirurgias que antigamente não eram feitas em Mossoró, como as do Centro de Oncologia, que geralmente precisam de sangue e outros tipos de operações, com as cardíacas que eram feitas em Natal, e agora são feitas na cidade’.

Para que o Hemocentro trabalhe com um estoque razoável é preciso que 900 bolsas de sangue estejam estocadas no banco de sangue mensalmente.

Eliane Aires enfatiza como o Hemocentro trabalha quando os hospitais da cidade solicitam o envio de bolsas de sangue para os que estão necessitando.

‘É muito impreciso dizer um total de envio de bolsas de sangue a esses hospitais. Tem dias calmos que o Hemocentro entrega 20, 25 bolsas. Nos dias de muito movimento chega a ter a necessidade de 60 a 70 bolsas sendo enviadas para esses hospitais. Depende muito da necessidade desses hospitais’.

Para as pessoas que querem doar Eliane diz que é preciso está saudável, está bem alimentado, não ter tomado nenhum tipo de medicação, ter entre 16 a 67 anos, sendo que, os menores de idade, necessitam da presença dos pais ou responsáveis entre outras orientações que os profissionais do Hemocentro dizem aos doadores.

‘Com uma bolsa de sangue, a gente pode salvar até quatro vidas, porque o sangue não vai totalmente para uma pessoa. Essa bolsa vai ser fracionada em seus componentes’, finaliza Eliane.

Postado Por www.defato.com.br 20/09/2013

Fechar

Operação Miqueias: PF prende 19 pessoas

Desse total, 15 foram presas no Distrito Federal, duas em Goiás e duas no Rio de Janeiro.

Saiba Mais

Em balanço divulgado hoje (19), a Polícia Federal (PF) informou que foram presas, até o momento, 19 pessoas na Operação Miqueias. Desse total, 15 foram presas no Distrito Federal, duas em Goiás e duas no Rio de Janeiro. A PF informou ainda que 58 mandados de busca e apreensão foram cumpridos em oito estados e no Distrito Federal. Foram apreendidos 15 carros, uma moto e uma lancha.

Em nota, a PF informa que investiga há um ano e meio lavagem de dinheiro por meio das contas bancárias de empresas de fachada ou fantasmas, abertas em nome de laranjas. Na ocasião, foi verificada a existência de uma holding de empresas que consistia em um verdadeiro serviço de terceirização para lavagem do dinheiro proveniente de crimes diversos.

A quadrilha lavou cerca de R$ 300 milhões, sendo que R$ 50 milhões vieram da aplicação indevida de recursos de fundos de investimentos do Regime Próprio de Previdência Social administrados por prefeituras. Dentre as prefeituras envolvidas estão as de Manaus, Ponta Porã e Murtinho (MS), Queimados (RJ), Formosa, Caldas Novas, Águas Lindas, Itaberaí, Pires do Rio e Montividiu (GO),  Jaru (RO), Barreirinhas, Bom Jesus da Selva e Santa Luzia (MA).

A prefeitura de Cristalina (GO), cujo nome também foi envolvido no caso, divulgou nota informando que a PF não fez operação de busca e apreensão em entes públicos do município. As diligências, segundo a prefeitura, ocorreram na casa de dois servidores do órgão, quando foram apreendidos documentos contábeis em virtude de investigação contra uma empresa de investimentos.

A prefeitura do município esclareceu que “no referido processo cautelar, pelo que se apurou até agora, inexiste qualquer referência direta ou indireta ao Poder Executivo ou ao Poder Legislativo de Cristalina, por ato, ação ou omissão, mas apenas investigações de rotina para os casos em apuração desta envergadura”.

A assessoria da PF informou também que houve uma fusão das operações Elementar e Miqueias, que agora atendem apenas pelo nome da segunda. As duas organizações criminosas investigadas eram chefiadas pelos mesmos integrantes. Por esse motivo, as operações foram feitas simultaneamente, até sua fusão.

Postado Por www.nominuto.com 20/09/2013

Fechar

Cerca de 80% dos bancários aderem ao movimento paredista

Iniciada ontem, 19, em todo o Brasil, a greve dos bancários alcançou somente no primeiro dia 80% de adesão em Mossoró. A expectativa da categoria é que esse percentual cresça ainda mais a partir das atividades que serão realizadas na programação do movimento paredista.

Saiba Mais

Iniciada ontem, 19, em todo o Brasil, a greve dos bancários alcançou somente no primeiro dia 80% de adesão em Mossoró. A expectativa da categoria é que esse percentual cresça ainda mais a partir das atividades que serão realizadas na programação do movimento paredista.
"Esse primeiro dia foi de esclarecimentos, de informações. O número de bancários que aderiram à paralisação já é muito bom, mas esperamos que aumente a cada dia. A Federação Nacional dos Bancos e o Governo Federal não sinalizaram para um acordo, então nossa única alternativa foi a greve", explica o presidente Anchieta Medeiros, presidente do Sindicato dos Empregados em Estabelecimentos Bancários de Mossoró e Região (SEEB).
Entre as principais reivindicações da categoria, está o reajuste salarial de 11,92%, sendo que a Fenaban propõe um aumento de 6,1%, o que não contempla as expectativas dos bancários em greve. "Não é só uma questão salarial, também reivindicamos mais segurança nas agências, melhor qualidade de vida para os trabalhadores, que são submetidos a metas abusivas, rotinas que os fazem adoecer", diz.
A pauta dos grevistas inclui ainda a não-aprovação do Projeto de Lei 4.330, que prevê a regulamentação da terceirização no serviço público de forma geral. "Queremos ainda a contratação de mais bancários, para atender melhor a população", complementa Anchieta Medeiros.
Em Mossoró, há aproximadamente 350 bancários, distribuídos em 17 agências, sejam elas públicas ou privadas. "A população precisa entender que a responsabilidade da greve é da Fenaban e do Governo Federal. Os trabalhadores não fazem greve por fazer", afirma o presidente do Sindicato, acrescentando que os caixas eletrônicos e os correspondentes bancários continuarão em atividade, como alternativas para os usuários dos serviços da categoria.

Greve dos bancários não isenta o consumidor de pagar suas contas dentro do prazo

A paralisação não isenta o consumidor de pagar suas contas dentro do prazo estipulado pelo credor. Para evitar eventuais encargos, como multas e juros pelo não-pagamento da dívida em dia, a primeira atitude é ligar para a agência na qual possui conta para saber se ela aderiu à greve. Caso tenha aderido, procure saber se outra agência está operando.
Na impossibilidade de utilizar uma agência bancária, a solução é procurar, o quanto antes, o credor e solicitar outra opção de local para efetuar o pagamento, como internet, sede da empresa, casas lotéricas, código de barras para pagamento nos caixas eletrônicos, e outros.
De acordo com o Procon, diante de um cenário de greve, as empresas são obrigadas a oferecer outro local de pagamento. Se o fornecedor se recusar a disponibilizar uma alternativa, o cliente deve documentar sua tentativa e registrar uma reclamação junto ao órgão.
Comprovantes
O cliente deve guardar os comprovantes, tanto os que indicam que ele buscou o credor para solicitar outra forma de pagamento, quanto os comprovantes de pagamento feitos por outros canais, como internet e telefone. No caso da internet, o comprovante pode ser impresso. Pelo telefone, o consumidor deve anotar o número do protocolo.

ÁGUA, LUZ E TELEFONE
As contas de serviços públicos como água, luz e telefone não precisam necessariamente ser pagas nas agências bancárias. É possível quitar em casas lotéricas e em alguns supermercados.

CONTAS EM ATRASO
Para quem tem conta como luz, água, telefone, gás em atraso, a orientação é fazer o pagamento normalmente pelos canais alternativos do banco (internet, telefone, correspondente bancário). As próprias concessionárias de serviço público costumam inserir os juros e as multas na conta do mês seguinte.
No caso dos títulos de cobrança, condomínio, escola, academia, financiamentos, a orientação da Federação Brasileira de Bancos (Febraban) é pedir ao cedente do título um novo boleto já com os valores atualizados ou fazer o pagamento pelo Débito Direto Autorizado (DDA). Com o boleto atualizado, é possível pagá-lo pelos canais alternativos do banco.

Postado Por www.nominuto.com 20/09/2013

Fechar

Realização de Carnatal no entorno da Arena das Dunas é inviável, diz Prefeitura

A Prefeitura do Natal entende que é inviável a realização do Carnatal, neste ano, no entorno da Arena das Dunas.

Saiba Mais

A Prefeitura do Natal entende que é inviável a realização do Carnatal, neste ano, no entorno da Arena das Dunas.A informação é do secretário de Obras Públicas e Infraestrutura, Tomaz Pereira de Araújo Neto. Segundo ele, a organizadora da micareta, a Destaque Promoções, já está ciente do impedimento naquela região do bairro de Lagoa Nova devido às obras de mobilidade que estarão em curso e, por haver prazo para serem entregues, não poderão ser interrompidas. "A Destaque se reuniu com a Prefeitura, foi apresentado o cronograma de obras e entenderam que não é possível o Carnatal continuar lá", explicou.


Como organizadora da micareta, a Destaque Promoções afirma que ainda está definindo onde o a micareta será realizada "apenas este ano". Hoje, no entanto, a empresa preferiu não se pronunciar porque, segundo a assessoria de comunicação, ainda não tem novidades para expor. 

Sobre um novo local para sediar a festa, o secretário de Obras afirma que essa decisão fica à cargo da empresa. "Cabe à Destaque escolher isso. Existem áreas disponíveis em Natal. Já se falou na avenida Omar O'Grady, o chamado prolongamento da [avenida] Prudente de Morais. Depois que identificar a área, deve procurar a Prefeitura para ver a viabilidade de uso daquela área", disse.Os serviços do lote 2 das obras de mobilidade urbana da cidade, no entorno da Arena das Dunas, devem começar na próxima semana, com a interdição do trânsito. Segundo Tomaz Neto, o consórcio contratado para execução das obras e a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) estão concluindo o mapeamento dos desvios que serão adotados. 

"Já está confirmada a área que será alugada para instalação do canteiro de obras e a empresa agora mapeia as intervenções da Caern e Cosern no trecho. Os desvios já serão adotados a partir da próxima semana", afirma o titular da Semopi.

Segundo ele, as obras custarão R$ 222 milhões e ocorrerão durante manhã, tarde e noite porque precisam ser concluídas até maio do próximo ano. Com isso, está descartada a hipótese de que ocorra a suspensão das obras para que seja montada a estrutura necessária para o Carnatal, além de pontos para a concentração dos trios elétricos.

Postado Por www.tribunadonorte.com.br 17/09/2013

Fechar

Jogador Rosembrick vai embora antes de estrear e Baraúnas perde para o Cuiabá

A badalada contratação, que seria a custo praticamente zero, para o Baraúnas do jogador Rosembrick fracassou. Embora o meio-campista tenha desembarcado em Mossoró e até participado de dois treinos, acabou indo embora no final de semana. Ele deixou a cidade dizendo que compromissos assumidos não foram cumpridos.

Saiba Mais

A badalada contratação, que seria a custo praticamente zero, para o Baraúnas do jogador Rosembrick fracassou. Embora o meio-campista tenha desembarcado em Mossoró e até participado de dois treinos, acabou indo embora no final de semana. Ele deixou a cidade dizendo que compromissos assumidos não foram cumpridos. Na versão do jogador, a diretoria do tricolor havia se comprometido em conseguir um local, casa ou apartamento, para que ele pudesse ficar com sua família. Ao chegar a Mossoró, o jogador e a família teriam ficado todo o tempo em uma pousada e sequer chegaram a fechar contrato. Na versão da diretoria do clube, quem falhou nas promessas foi o empresário do atleta que havia assumido toda a despesa.

O certo é que ao final de tudo o jogador foi embora e ainda deixou uma despesa de R$ 650,00 na pousada que terá que ser paga pelo Baraúnas, gerando mais um prejuízo financeiro, por conta de uma negociação equivocada. O espaço no meio foi recomposto com o retorno de Paulinho Mossoró.

JOGO
No último domingo, o tricolor jogou no Mato Grosso e sofreu nova derrota. Desta vez para um adversário direto na corrida contra o rebaixamento, o Cuiabá, por 3 a 1. Os gols foram marcados por Negrão, duas vezes, e Duglas Packer, para o Cuiabá. Fabinho Cambalhota fez para o tricolor. Na próxima rodada o Baraúnas joga em Goianinha(RN) contra o Santa Cruz(PE).

Postado Por www.omossoroense.com.br 17/09/2013

Fechar

Trabalhadores dos Correios no RN aprovam proposta da empresa

No início da noite de segunda-feira (16), por ampla maioria, os empregados dos Correios no Rio Grande do Norte aprovaram a última proposta da ECT para fechamento do Acordo de Trabalho 2013/2014. Assim, os ecetistas potiguares unem-se aos de São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru e Rondônia, que já haviam aprovado a proposta e ontem assinaram o acordo.

Saiba Mais

No início da noite de segunda-feira (16), por ampla maioria, os empregados dos Correios no Rio Grande do Norte aprovaram a última proposta da ECT para fechamento do Acordo de Trabalho 2013/2014. Assim, os ecetistas potiguares unem-se aos de São Paulo, Rio de Janeiro, Bauru e Rondônia, que já haviam aprovado a proposta e ontem assinaram o acordo.  A empresa propôs reajuste de 8%, com ganho real de 1,73% nos salários, e 6,27% nos benefícios. Haverá também pagamento de vale-extra no valor de R$ 650,65, a ser creditado em dezembro, e Vale-Cultura, dentro das regras de adesão ao programa implementado pelo Governo Federal.

A fim de retomar o mais breve possível a normalidade dos serviços, em benefício da população brasileira, os Correios protocolaram ação de dissídio de greve junto ao Tribunal Superior do Trabalho para aqueles sindicatos que não aceitaram a proposta e mantiveram a paralisação. A primeira audiência de conciliação está agendada para hoje (17), às 14 horas, mediada pelo vice-presidente do TST, Ministro Antônio José de Barros Levenhagen.

Serviços — A rede de atendimento está aberta em todo Brasil e todos os serviços estão disponíveis — com exceção da postagem, entrega e coleta de encomendas com hora marcada nos estados da Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Sul, Tocantins e nos municípios de São José dos Campos-SP e Vale do Paraíba-SP. No RN não houve paralisação.

A ECT continuará aplicando medidas do seu Plano de Continuidade de Negócios para garantir a entrega de cartas e encomendas e o atendimento em toda rede de agências, caso outros sindicatos venham a aderir à paralisação. Entre as ações estão a realização de horas extras, mutirões para entrega nos fins de semana e deslocamento de empregados entre as unidades.


Postado Por www.defato.com.br 17/09/2013

Fechar

Temina prazo para inscrição nas vagas remanescentes do Sisutec

Para concorrer, o candidato deve ter feito o ensino médio em escola pública ou na rede particular com bolsa integral.

Saiba Mais

Aqueles que querem fazer um curso técnico gratuito têm até as 23h59 de hoje (16) para se inscrever no portaldo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). As vagas foram ofertadas em cidades das cinco regiões brasileiras e serão preenchidas por ordem de inscrição. Para concorrer, o candidato deve ter feito o ensino médio em escola pública ou na rede particular com bolsa integral.

As vagas são remanescentes do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec), que selecionou os estudantes pelas notas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A oferta varia de cidade para cidade e também muda a cada instante. Segundo o Ministério da Educação (MEC), a consulta por vaga deve ser feita pelo interessado diariamente. Quando o inscrito não faz a matrícula no prazo de dois dias úteis após a inscrição, a vaga retorna para o sistema e é reaberta.

Depois de decidir e verificar a oferta, o candidato deverá apresentar a seguinte documentação na hora de se inscrever: o certificado de conclusão e o histórico escolar do ensino médio, a certidão de nascimento ou casamento, carteira de identidade ou de Trabalho, o Cadastro de Pessoa Física (CPF), uma foto 3x4 recente, o título de eleitor, comprovante de votação e comprovante de residência.

Para ajudar quem tem vontade de participar do programa, mas não sabe que curso escolher, o MEC elaborou o Catálogo Nacional de Cursos Técnicos, que contém informações sobre cada um, as habilidades exigidas do candidato, atividades e o número de horas da formação, entre outros dados.

A primeira edição do Sisutec ofereceu 239.792 vagas em instituições da rede pública, privada e do Sistema S. Os cursos têm de um a dois anos de duração, com carga horária entre 800 e 1.200 horas-aula. Ao todo, foram 383.080 inscritos no Sisutec.


Postado Por www.nominuto.com 16/09/2013

Fechar

Ambulante é vítima de emboscada e assassinado a tiros em Brasília Teimosa

Bandido ficou escondido e atirou quando José Carlos voltava para casa.

Saiba Mais

O ambulante José Carlos da Silva Nascimento, de 33 anos, foi vítima de uma emboscada e assassinado, no final da noite deste domingo (15), no bairro de Brasília Teimosa, zona Leste de Natal. A vítima estava voltando para casa e foi surpreendida por um homem que estava escondido esperando por ele.

O crime aconteceu na rua José do Patrocínio, onde José Carlos morava. Familiares dele contaram que o homem havia passado o dia trabalhando como ambulante na Praia do Forte. O criminoso ficou escondido, segundo testemunhas, na travessa Bom Jesus e atirou várias vezes contra o ambulante, que estava em uma moto.

José Carlos foi baleado e caiu. Moradores chegaram a socorrê-lo e levá-lo para o Hospital dos Pescadores. No entanto, a vítima não resistiu e morreu. O bandido fugiu do local e, de acordo com familiares do ambulante, seria o mesmo que já tinha tentado matar um irmão de José Carlos, que tem apenas 12 anos, em junho deste ano.

A família não revelou, porém, qual poderia ser a motivação do assassinato do ambulante. O apelido do suspeito do homicídio foi repassado para a polícia. O caso deverá ser investigado pelo 2º Distrito Policial.

Postado Por www.portalbo.com 16/09/2013

Fechar

Contribuintes inscritos no Simples podem receber hoje alerta da Receita

A nova estratégia da Receita, destinada a informar sobre irregularidades nas informações, permite a autorregularização, com a correção de erros e inconsistências.

Saiba Mais

Os contribuintes incluídos no Simples Nacional poderão receber a partir de hoje (16) um alerta ao acessar o portal do sistema na internet. A nova estratégia da Receita, destinada a informar sobre irregularidades nas informações, faz parte do Programa Alerta Simples Nacional e permite a autorregularização, com a correção de erros e inconsistências.

Na primeira fase, serão emitidos 29 mil alertas sobre as irregularidades. Os avisos serão vistos até o fim de outubro e, a partir de dezembro, a Receita começa a fiscalização dos que não fizeram as correções.

“É uma nova forma de relação da Receita com os contribuintes do Simples, que não têm uma consultoria como os grandes contribuintes. Sendo assim, nesta segunda-feira será lançado o programa com a finalidade de tornar transparente a divergência de informações”, disse Iágaro Jung Martins, coordenador-geral de Fiscalização do órgão.

Para detectar as irregularidades, a Receita cruzou dados do Sistema Integrado de Administração Financeira (Siafi) e da movimentação do cartão de crédito por meio da Declaração de Operação com Cartão de Crédito (Decred). A diferença detectada chega a R$ 5,98 bilhões e o crédito tributário a favor dos cofres públicos pode ficar em 10% desse valor.

“A ideia é permitir que esse contribuinte possa se autorregularizar e, com isso, deixar de ser fiscalizado pela Receita Federal e pelas receitas dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. Assim, evita a multa de ofício”, informou Martins. A multa para quem for pego varia de 75% a 225% do valor devido.

Atualmente, existem mais de 3,4 milhões de contribuintes que optam pelo Simples, regime compartilhado de arrecadação, cobrança e fiscalização de tributos aplicável às microempresas e empresas de pequeno porte. O sistema abrange a participação de todos os entes federados (União, estados, Distrito Federal e municípios) e é administrado por um comitê gestor.

“Nenhum contribuinte precisa ir até um posto da Receita Federal para a autorregularização, que deve ser feita pela internet. O comportamento dos contribuintes irregulares será monitorado pelos nossos sistemas de banco de dados”, destacou o coordenador.

Postado Por www.nominuto.com 16/09/2013

Fechar