Parnaradio - A Radio Mais Eclética da Web
More Website Templates @ TemplateMonster.com. April 02, 2012!

AMÉRICA DEMITE O TREINADOR ALEXANDRE IRINEU

Alexandre Irineu deixa o alvirrubro depois de ter comandado a equipe em apenas uma partida oficial. Derrota para Corintians em casa causou queda.

Saiba Mais

Durou apenas uma partida a passagem de Alexandre Irineu pelo comando do América-RN. O treinador foi demitido após a derrota para o Corintians-RN na estreia pelo Campeonato Potiguar, no domingo. A informação foi confirmada pela diretoria americana na noite desta segunda-feira.

Alexandre Irineu era preparador físico do clube quando Roberto Fernandes era o técnico, na Série B do Campeonato Brasileiro de 2012 e Copa do Nordeste 2013. Com a saída de RF, Irineu foi convidado para exercer a nova função.

A derrota por 3 a 1 para o Corintians-RN, no Estádio Nazarenão, em Goianinha, foi a causa da demissão de Alexandre Irineu, que assumiu o comando da equipe no dia 14 de fevereir

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 04/03/2013

Fechar

JÚNIOR, ATACANTE, BATE BOCA COM O TREINADOR ALVINEGRO.

Centroavante Júnior teria se desentendido com Givanildo Oliveira após derrota para o Potiguar de Mossoró. Clube deve se posicionar sobre jogador.

Saiba Mais

O ABC deve confirmar nas próximas horas o posicionamento do clube sobre a situação do atacante Júnior. O jogador teria se desentendido com o treinador Givanildo Oliveira após a derrota para o Potiguar de Mossoró, no domingo.

Nesta segunda-feira, na reapresentação da equipe, Júnior conversou reservadamente com Givanildo. Depois, Gustavo Mendes, superintendente de futebol do ABC, foi chamado para a reunião.

Em contato com o GLOBOESPORTE.COM, Gustavo Mendes disse que "nada estava definido" quando questionado sobre a saída de Júnior, e não quis confirmar o desentendimento entre o jogador e o técnico.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 04/03/2013

Fechar

ALECRIM, CONTRATA O JOGADOR CLAITON.

Jogador de 35 anos se apresenta na tarde desta segunda-feira. Seu último clube foi o Passo Fundo, pelo qual disputou o primeiro turno do Gauchão.

Saiba Mais

O Alecrim anunciou nesta segunda-feira a contratação do volante Claiton, de 35 anos, que tem passagem por grandes clubes do futebol brasileiro, como Internacional, Santos e Flamengo. O jogador já participa do treinamento no período da tarde, no campo do Potiguar de Parnamirim, e é mais um reforço do Verdão para a segunda fase do Campeonato Potiguar.

- É a minha primeira vez no Rio Grande do Norte e estou muito motivado para mostrar meu futebol para o público potiguar. Fiquei impressionado com a qualidade do elenco do Alecrim e com o projeto do presidente Anthony Armstrong - disse Claiton, que disputou o primeiro turno do Campeonato Gaúcho pelo Passo Fundo.

O veterano também já defendeu Vitória, Bahia, Servette (Suíça), Santos, Nagoya Grampus (Japão), Botafogo, Flamengo, Atlético-PR e Consadole Sapporo (Japão). No Passo Fundo, atuou em todas as partidas no Gauchão e marcou um gol de pênalti. Foi campeão brasileiro pelo Santos, em 2004, além de ter títulos estaduais por Flamengo, Inter, Bahia e Vitória.

Em 2012, quando estava no Novo Hamburgo, chegou a anunciar a aposentadoria em nota oficial no site do clube, devido a uma grave lesão no tendão de aquiles.

O Alecrim estreou com um empate por 1 a 1 com o Santa Cruz-RN no primeiro turno da segunda fase do Campeonato Potiguar. Na quarta-feira, o Verdão recebe o Potiguar de Mossoró no Ninho do Periquito, em São Gonçalo do Amarante. O jogo começa às 20h30.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 04/03/2013

Fechar

CLÁSSICO PAULISTA DECEPCIONA TORCEDORES E TIMES SÃO VAIADOS PELO FUTEBOL APRESENTADO.

Em clássico frustrante, Santos e Corinthians empatam sem gols. Em duelo de pouca emoção entre rivais no Morumbi, Pato joga bem, Neymar leva amarelo após simular faltas, e placar fica em branco

Saiba Mais

Para quem gosta de futebol, ir ao estádio ou sentar no sofá para ver um clássico é um programa que sempre gera grande expectativa. Uma pena que o Santos x Corinthians deste domingo, no Morumbi, pela décima rodada do Paulistão, decepcionou. Não só pelo 0 a 0 no placar final, mas também pela apatia de Neymar, pelo gol incrível perdido por Renato Augusto, pelo preciosismo nas raras chances de ataque.

No geral, o Timão foi superior ao Santos, refém na maioria das vezes das jogadas de bola parada de Marcos Assunção e dos lampejos de Neymar. Se o gol não saiu, aliás, ao menos o clássico serviu para Tite ver que Renato Augusto e Alexandre Pato estão cada vez mais perto de se firmarem de vez como titulares. Os dois se entrosaram bem ao restante do elenco e deram uma dinâmica diferente ao setor ofensivo do Timão.

Jogando no Morumbi por conta de uma punição da Federação Paulista de Futebol pelas moedas atiradas para Ganso no clássico contra o São Paulo, na Vila Belmiro, o Peixe se frustrou também com o público: 17.155, para uma renda de R$ 514.874,00. Com o empate, o Peixe foi a 18 pontos e está em quarto lugar na tabela do Paulistão. O Timão, com 15, vem em oitavo.

No meio da semana, apenas o Corinthians volta a campo. Só que pela Libertadores. Na quarta-feira, às 22h, no México, o Timão encara o Tijuana, pela terceira rodada do Grupo 5. Pelo Paulistão, a equipe do Parque São Jorge joga sábado, às 18h30m, contra o Ituano, no Pacaembu. O Santos joga apenas no domingo, às 18h30m, contra o Atlético Sorocaba, como visitante, pelo Paulista. Jogando no Morumbi por conta de uma punição da Federação Paulista de Futebol pelas moedas atiradas para Ganso no clássico contra o São Paulo, na Vila Belmiro, o Peixe se frustrou também com o público: 17.155, para uma renda de R$ 514.874,00. Com o empate, o Peixe foi a 18 pontos e está em quarto lugar na tabela do Paulistão. O Timão, com 15, vem em oitavo.

No meio da semana, apenas o Corinthians volta a campo. Só que pela Libertadores. Na quarta-feira, às 22h, no México, o Timão encara o Tijuana, pela terceira rodada do Grupo 5. Pelo Paulistão, a equipe do Parque São Jorge joga sábado, às 18h30m, contra o Ituano, no Pacaembu. O Santos joga apenas no domingo, às 18h30m, contra o Atlético Sorocaba, como visitante, pelo Paulista.

Mais do mesmo

Se na etapa inicial os jogadores do Corinthians demoraram a chutar, no segundo tempo, logo aos quatro minutos, chegaram com muito perigo . Na primeira chance do time, Renato Augusto teve tempo e espaço para pensar muito antes de finalizar após lindo passe de Ralf. Só que o meia tentou encobrir o goleiro Rafael. A bola passou por cima.

Na tentativa de ser mais perigoso, o Santos se adiantou um pouco. E Neymar apareceu mais. No entanto, o atacante resolveu se jogar depois de boa jogada pela esquerda. O árbitro o puniu com cartão amarelo por simulação. Advertência que suspende o craque do duelo com o Atlético Sorocaba, domingo.

Muito embora o Santos apresentasse um futebol mais ofensivo em relação ao primeiro tempo, o Corinthians era mais perigoso quando tinha a bola. Neymar tentava tudo sozinho, enquanto do outro lado Alexandre Pato, Guerrero e Renato Augusto faziam uma força-tarefa no ataque, reforçado por Emerson Sheik a partir dos 18 minutos.

Aos poucos, o clássico ficou cada vez mais morno. Por vários momentos, as duas equipes pareciam se respeitar demais. O Santos não conseguia se impor, e o Timão, que tem viagem para o México marcada para a noite deste domingo, claramente se poupava, se arriscando apenas nas bolas mais certas.

Demorou, mas o Santos conseguiu criar uma chance de perigo. A melhor do time na partida. Aos 34 minutos, em cobrança de falta, Marcos Assunção bateu colocado. Cássio se esticou, espalmou e bola ainda bateu na trave. E assim terminou o clássico entre Santos e Corinthians.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

VASCO DERROTA O FLUMINENSE E ESPERA O BOTAFOGO.

Dakson e Romário saem do banco e ajudam o Vasco a se classificar para a decisão contra o Botafogo.. Gaúcho comemora sucesso das substituições e faz elogios aos jogadores.

Saiba Mais

Quando Dakson e Romário foram chamados por Gaúcho para entrar em campo, o Vasco perdia para o Fluminense por 2 a 1 e estava sendo eliminado da Taça Guanabara. Os dois, no entanto, protagonizaram o lance que recolocou a equipe na luta pelo título. O meia cruzou na medida para o atacante, que apareceu por trás dos zagueiros e mandou de cabeça para a rede. O 2 a 2 era suficiente, mas Dedé ainda fez mais um e o placar terminou em 3 a 2 para a equipe da Colina.

O técnico Gaúcho comentou sobre qual era o seu pensamento na hora das substituições e comemorou a estrela de seus jogadores.

- Ia mexer só depois que o Abel mudasse, fiquei só aguardando. Coloquei o Dakson e disse que ele para colocar a bola na área. Aí, pensei em ter o Romário para dar mais presença. Gaúcho disse que é preciso ter cuidado para colocar Romário, de 21 anos, em campo sem que ele seja lançado no fogo. Ele foi relacionado por causa dos problemas físicos de Tenorio e Leonardo. Sobre Dakson, ele elogiou a qualidade técnica do meia e lembrou que fez força para mantê-lo no clube, apesar de ele ter sido pouco aproveitado na temporada passada.

- Um jogador como o Romário, tem que colocar quando ele não tiver responsabilidade, não pode colocar no fogo. É preciso passar segurança. Ele é um jogador de futuro, pode ser um dos grandes do Brasil, mas temos que dar tempo a ele. O Dakson é mais experiente, começou no Fluminense, jogou fora do Brasil... Tecnicamente é muito bom. Não podia deixar ele sair do clube, nem eu nem o Ricardo Gomes.

O Vasco agora espera seu rival da decisão, que sai da semifinal entre Flamengo e Botafogo, neste domingo, no Engenhão. Os jogadores cruz-maltinos iniciam na tarde de segunda-feira os treinamentos para a final.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

MAESTRO DO BOTAFOGO DAR A DICA DE COMO CONSEGUIU INVERTER O RESULTADO.

Seedorf cita os três pilares da vitória: posicionamento, disciplina e atitude. Holandês lembra importância da inversão de vantagem no início do jogo.

Saiba Mais

Mesmo contente com a classificação do Botafogo para a final da Taça Guanabara, após a vitória por 2 a 0 sobre o Flamengo(confira os melhores momentos), neste domingo, no Engenhão, Seedorf fez um análise centrada do clássico na saída de campo, diferente de desabafos de companheiros. Para o craque holandês, que não foi decisivo mas teve uma boa atuação, houve três virtudes decisivas para que o time alvinegro segurasse o ímpeto do arquirrival.

- A gente sabia que era difícil, o Flamengo é um ótimo time. Mas jogamos bem posicionados, disciplinados, com atitude. Claro que no começo virou a vantagem, tiramos a que eles tinham e mantivemos isso durante os 90 minutos. Ainda não acabou. Este foi só um jogo. Agora vamos pensar na final durante a semana e trazer para casa a taça - declarou o camisa 10.

O volante Fellype Gabriel também elogiou a postura do Botafogo.

- Lutamos desde o começo, mantivemos um começo bom, controlamos eles, marcamos bem. E conseguimos criar, jogar, e agora estamos de parabéns. É pensar no Vasco nessa final aí e conquistar esse titulo - disse.

O resultado coloca o Glorioso frente a frente com o Vasco, reeditando o desfecho da Taça Rio de 2012. A partida acontece no próximo domingo, às 16h, também no Engenhão.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

TREINADOR LEANDRO CAMPOS DO ASA, MONTOU ESTRATÉGIA PARA DERROTAR O CEARÁ.

Técnico diz que o objetivo era segurar o Ceará e matar o jogo na reta final. Com gol de Léo Gamalho, time alagoano chega às finais do Nordestão.

Saiba Mais

Centrado, o técnico Leandro Campos não está empolgado com a classificação do ASA para a decisão da Copa do Nordeste. O treinador disse que o seu time foi frio durante a partida deste domingo, em Fortaleza, e decidiu a classificação no momento certo, derrotando o Ceará com um gol de Léo Gamalho aos 38 minutos do segundo tempo.

- As dificuldades do jogo foram imensas. A estrategia fluiu bem. Nós não nos afobamos, conseguimos segurar o resultado em momentos importantes e tiramos o impeto do adversário. E isso nos deu força para, no momento certo, chegarmos ao gol. Depois dos 30 minutos, tivemos que largar mão da marcação e passamos a ter mais força ofensiva, com a entrada do Rodrigo Dantas. O gol saiu no momento certo porque praticamente não deu tempo para o adversário se organizar – declarou o treinador.

O técnico lembrou que seu time entrou desacreditado na competição e mostrou seu valor nas partidas decisivas.

- Todos davam o ASA como o virtual desclassificado após as três derrotas nas três primeiras rodadas. Nos últimos sete jogos, foram cinco vitórias e dois empates. Hoje, estávamos com quatro jogadores que disputaram a Copa São Paulo e, mesmo assim, tivemos uma vitória grande num Castelão lotado. Estamos trabalhando com muita humildade, sabendo que não vai ser fácil a decisão. Vamos descansar, estudar bastante o adversário e brigar por esse título.

O treinador também elogiou o próximo adversário.

- Teremos um jogo dificílimo contra o Campinense, que vem fazendo um excelente trabalho. Espero que dentro dessa condição de finalista, já possamos desenhar uma coisa maior. Até então, não tínhamos falado sobre o título. Agora, vamos batalhar por ele.

Artilheiro

Com quatro gols marcados, o atacante Léo Gamalho é o artilheiro do ASA no Nordestão. Neste domingo, ele foi decisivo no Castelão.

- O ASA mostrou a sua força. O professor está de parabéns pela estratégia e corremos muito para buscar essa classificação. Estou muito feliz com a vitória. Ela vai marcar o clube, os jogadores e a torcida - comentou o atacante.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

ASA DERROTA O VOVÔ NA ARENA CASTELÃO LOTADO E VAI DISPUTAR O TITULO DA COPA DO NORDESTE CONTRA O CAMPINENSE

Ceará pressiona durante boa parte do jogo, desperdiça chances e tem aquele velho ditado no futebol: quem não faz, leva! E levou o gol de escanteio numa cabeçada de Leo Gamalho que silencia a Arena Castelão. Asa 1x0.

Saiba Mais

O Castelão lotado não foi o suficiente para que o Ceará levasse a vaga na final da Copa do Nordeste. No início da noite deste domingo, o Vovô perdeu por 1 a 0 para o ASA, que, com gol de Léo Gamalho, tem agora a chance de conquistar título inédito.

Durante maior parte da partida, o time cearense foi melhor e criou mais portunidades. No entanto, a equipe de Arapiraca soube suportar bem a pressão e beliscar um gol, em uma cobrança de escanteio, já na parte final do jogo.

O resultado magro no placar garantiu o ASA na final da Copa do Nordeste. O time alagoano tem o Campinense pela frente. A primeira partida da final será no próximo domingo. Como o time de Campina Grande teve melhor campanha até aqui, o primeiro jogo será disputado em Arapiraca, interior de Alagoas.

Pressão, gol anulado e Vovô no ataque

O primeiro tempo do jogo foi, basicamente, de um time só. Até parecia que o Ceará precisava de um gol de qualquer forma e não jogava pelo empate em 0 a 0, por exemplo. Empurrado pela torcida, o Vovô pressionou desde o início. Aos 7 minutos, Anselmo arriscou o primeiro chute e obrigou Gílson a praticar a primeira defesa.

O time cearense era perigoso, principalmente nas jogadas criadas por Gabriel e Ricardinho. O camisa 10 do Vovô, por sinal, foi o maestro em quase todos os lances cruciais de ataque. Aos 15, ele cobrou falta na medida para Régis, que desviou de cabeça e levou perigo. Aos 18, em cruzamento da esquerda, Ricardinho mandou pelo alto para Magno Alves, que testou a bola, e ela passou rente à trave.

Aos 21 minutos, o próprio Ricardinho finalizou bem, da direita, ao invés de cruzar. Ele surpreendeu o goleiro Gilson e acertou a trave. O time visitante se limitava a se defender e tentar utilizar o centroavante Léo Gamalho como referência. Nem mesmo o criativo Didira parecia inspirado, em um meio-campo dominado pelos atletas do Ceará.

Aos 37 minutos, veio o lance mais polêmico da primeira etapa. Em cobrança de falta ensaiada, Ricardinho tocou na entrada da área para Gabriel, que chutou rasteiro. A bola ia entrar, mas Anselmo deu um toquinho para desviar para o gol, o que foi suficiente para que o auxiliar anulasse o gol do Ceará.

Léo Gamalho garante vitória pelo alto

Os primeiros minutos da etapa complementar foram de ainda mais pressão e ímpeto do Ceará. Até os 8 minutos, foram nada menos que três chances reais perdidas. Anselmo perdeu por baixo e por cima, nos duelos contra o goleiro Gílson. Gabriel também tentou na base do drible, mas as finalizações saíram sempre longe do gol.

Aos 14 minutos, foi a vez da arbitragem anular um gol do ASA. Didira cobrou falta da esquerda, Tiago Garça desviou de cabeça e empurrou para o fundo das redes, mas, impedido, teve o gol invalidado.

O técnico do Ceará mudou o time e possibilitou que o ASA equilibrasse a partida - ao tirar Anselmo e colocar Válber. Com o jogo mais equilibrado, as oportunidades diminuíram ao passo que o nervosismo aumentava.

Aos 38 minutos, veio o castigo para o alvinegro que mais desperdiçou chances. Em cobrança de escanteio de Osmar, Léo Gamalho apareceu com liberdade na segunda trave e fuzilou de cabeça, fazendo 1 a 0 para o ASA.

Após o s 40 minutos, o Vovô foi para desespero. Pingo e Gabriel contunuaram a dar um drible a mais e desperdiçar chances de arrematar em gol. No finalzinho do jogo, em cruzamento de Pingo, Magno Alves tentou de letra e perdeu a chance de empatar a partida.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

CAMPINENSE BATE O FORTALEZA E ESTÁ NA FINAL DA COPA DO NORDESTE.

Rubro-Negro vence com gol de pênalti marcado no primeiro minuto de jogo. Resultado classifica a Raposa por ter marcado gol fora de casa.

Saiba Mais

O Campinense venceu por 1 a 0 o Fortaleza e está classificado de forma inédita para a final da Copa do Nordeste. O jogo deste domingo foi realizado no Estádio Amigão, em Campina Grande, e a vitória simples da Raposa foi suficiente para a classificação. Na primeira partida, o time paraibano tinha sido derrotado por 2 a 1 na Arena Castelão e na soma dos resultados prevaleceu o gol rubro-negro marcado fora de casa.

Foi um bom jogo, com chances dos dois lados, mas o Campinense jogou melhor. Além do gol, o Campinense ainda acertou duas bolas na trave e ainda perdeu um pênalti no segundo tempo. No geral, o Fortaleza até teve mais posse de bola, mas os ataques foram quase todos parados pela zaga do time da casa. E quando esta falhava, o ataque do time cearense encontrou um inspirado goleiro Pantera.

Gol relâmpago do Campinense

O jogo começou fervendo. E já com lance em favor da Raposa. Logo aos 30 segundos de jogo o clube paraibano avançou e o Fortaleza fez falta fora da área. O árbitro pernambucano Nielson Nogueira Dias, contudo, marcou pênalti. Zé Paulo foi para a cobrança, chutou bem e abriu o placar. Fez 1 a 0 bem no início do jogo. O placar colocava o Campinense na grande final do Nordestão.

A torcida do Campinense fez festa com o gol. Mas ainda faltava um jogo inteiro pela frente, e que reservava muitas emoções para as duas equipes. O Fortaleza tentava se reorganizar em campo, após o gol relâmpago, e o Campinense tentava jogar com inteligência para não recuar muito agora que estava em vantagem.

Nos dez minutos seguintes, o Fortaleza teve mais posse de bola. E chegou duas vezes com perigo. Primeiro com Assisinho, aos nove, que invadiu a área e chutou forte. Pantera fez bela defesa. Um minuto depois, Jackson Caucaia aproveitou confusão na área e chutou sozinho, quando o goleiro raposeiro já estava batido. Ele impressionantemente perdeu.

Aos 12 minutos, era o Campinense quem respondia. Bismarck fez boa jogada individual e cruzou para Panda cabecear para fora. O jogo era bom, bastante movimentado, com chances para os dois lados.

Jéfferson Maranhense, aos 18, acertou um belo chute. João Carlos pulou, se esticou todo, e defendeu. O Fortaleza por sua vez também ia atrás do gol. Teve uma série de jogadas ofensivas em seu favor, mas em todas a zaga raposeira cortava.

O jogo seguia movimentado. Com lances de muita velocidade para ambos os times. O Fortaleza insistia nas bolas levantadas na área, mas a zaga raposeira subia mais e afastava. Numa das poucas vezes que o ataque do Fortaleza levou a melhor diante da zaga adversária, Jaílson chutou errado e desperdiçou a oportunidade.

Aos 43 minutos, o Campinense voltou a atacar. E desta vez acertou a trave do Fortaleza. Zé Paulo chutou no canto esquerdo e a bola explodiu na trave de João Carlos.

O segundo tempo começou no mesmo ritmo da etapa inicial. Com muita movimentação e chances de ambos os lados. E logo aos quatro minutos o Campinense chegou mais uma vez com muito perigo. Zé Paulo driblou, ajeitou a bola e chutou forte. A bola explodiu na trave. Dois minutos depois, com Dedé, o Campinense levou perigo mais uma vez à meta de João Carlos.

A Raposa era melhor no segundo tempo. Aos 12 minutos, Bismarck levantou na área. A zaga cortou, mas no rebote Jéfferson Maranhense chutou para a defesa de João Carlos. Três minutos depois, o lateral-direito João Paulo invadiu a área e foi derrubado. Mais um pênalti para o Rubro-Negro. Mas desta vez Jéfferson Maranhense perdeu. Chutou no canto esquerdo e João Carlos defendeu.

Desespero da torcida do Campinense, que lamentava o gol perdido. Mas a esta altura era o Fortaleza quem também estava desesperado. Ia para o ataque, avançava, mas encontrava uma zaga bem postada em campo e um goleiro Pantera inspirado.

Era tudo ou nada. O Fortaleza ia com todos os dez jogadores para a área do Campinense. Só o goleiro João Carlos ficava em sua meta. Tentava colocar pressão, mas a verdade é que os lances não tinham muita objetividade. E no fim do jogo quem quase ampliou foi o Campinense. Dedé chutou e a bola passou rente a trave.

No fim, prevaleceu o 1 a 0 que deu a vaga na final para o Campinense. Com o placar somado de 2 a 2 nas duas partidas, prevaleceu o gol fora marcado no primeiro jogo, em Fortaleza.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

ASSU GOLEIA O BARAÚNAS NO EDGARZÃO, 4X2.

Ricardinho, Júnior Bahia, Assis e Marcelo Paraíba marcaram para equipe assuense, enquanto Cristiano Alagoano descontou para os mossoroenses.

Saiba Mais

De virada, o Assu venceu o Baraúnas por 4 a 2 neste domingo e começou com o pé direito a segunda fase do Campeonato Potiguar. A partida foi realizada no Estádio Edgarzão, na cidade de Assú. Os gols do jogo foram de Ricardinho, Júnior Bahia e Assis, para o time assuense, e Cristiano Alagoano (2) para a equipe de Mossoró.

Com o resultado, o Assu lidera o primeiro turno, com três pontos, ao lado de Corintians-RN e Potiguar de Mossoró, que também venceram na rodada de abertura.

O jogo

O Assu buscou o jogo logo no começo, dominando na troca de passes o time de Mossoró. Aos 34 minutos, em três oportunidades, o ataque do time perdeu a oportunidade de abrir o placar embaixo das traves do goleiro Érico.

Seis minutos depois, Cristiano Alagoano abriu o placar após cruzamento que sobrou na área. O centroavante chutou com força para marcar.

Cinco minutos depois, o Assu empatou o jogo após cruzamento que passou por toda a defesa do Baraúnas. Ricardinho dominou e ainda limpou o último marcador antes de deixar tudo igual.

Na volta do segundo tempo, logo aos dois minutos, o Assu virou o jogo após uma boa jogada de Marcelo, que fez um belo corta-luz antes de Júnior Bahia virar o placar. Aos cinco minutos, veio a resposta. O Baraúnas empatou o jogo após cobrança de falta que sobrou nos pés do artilheiro Cristiano Alagoano, que marcou o segundo do Baru.

Aos 20 minutos, o atacante Binho, do Baraúnas, foi expulso após levar o segundo cartão amarelo por falta feita no meio-campo.

Aos 30, Assis aproveitou bola vinda do lado esquerdo e chutou. Na tentativa de cortar a bola, o zagueiro Fernando, do Baraúnas, fez contra e deu a vantagem do placar ao time da casa. Aos 43, Marcelo Paraíba, do Assu, deu números finais ao jogo com um bom chute de dentro da área.

Na segunda rodada, o Assu joga fora de casa contra o Corintians-RN, enquanto o Baraúnas recebe o América-RN no Nogueirão, em Mossoró. As duas partidas serão disputadas nesta quarta-feira.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

ALECRIM SAI NA FRENTE DO MARCADOR MAIS CEDE EMPATE NO SEGUNDO TEMPO.

Verdão sai na frente com Renan Marques, mas Fabinho Recife garante empate do time campeão da primeira fase. Jogo foi realizado no Iberezão.

Saiba Mais

Santa Cruz-RN e Alecrim protagonizaram o único empate da rodada de abertura da segunda fase do Campeonato Potiguar. O placar de 1 a 1 foi construído no segundo tempo, em partida realizada neste domingo, no Estádio Iberezão, na cidade de Santa Cruz-RN.

O atacante Renan Marques abriu o placar para o Alecrim aos quatro minutos. Os donos da casa chegaram à igualdade aos 37 minutos, com o atacante Fabinho Recife, em cobrança de pênalti.

Com o resultado, Santa Cruz e Alecrim somam um ponto, e aparecem na quarta posição na tabela de classificação do primeiro turno. Na próxima rodada, o Santa encara o ABC no Estádio Frasqueirão, em Natal, enquanto o Alecrim recebe o Potiguar de Mossoró no Ninho do Periquito, em São Gonçalo do Amarante. Os dois jogos serão realizados nesta quarta-feira.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

CORINTIANS NUMA VIRADA ESPETACULAR VENCE O AMÉRICA NO NAZARENÃO.

Após sair perdendo, time de Caicó consegue a virada no segundo tempo, com dois gols de Ebinho e um de Didi, sendo a surpresa da primeira rodada.

Saiba Mais

O Corintians-RN surpreendeu o América-RN em pleno Estádio Nazarenão, em Goianinha, e venceu por 3 a 1, de virada. A partida foi realizada neste domingo e marcou a estreia das duas equipes na segunda fase do Campeonato  Potiguar.

Com o resultado, o Galo do Seridó é um dos líderes do primeiro turno, com três pontos, ao lado de Assu e Potiguar de Mossoró, que também venceram neste domingo.

Na próxima rodada, o América encara o Baraúnas, no Nogueirão, em Mossoró, enquanto o Corintians recebe o Assu no Marizão, em Caicó. Os dois jogos serão nesta quarta-feira.

O jogo

A escalação do América causou surpresa, já que os atacantes Tiago Adan e Taiberson iniciaram como titulares. Os dois jogadores se apresentaram na sexta-feira e já ganharam lugar no time. O primeiro tempo foi bastante equilibrado, e o América-RN só conseguiu marcar aos nove minutos. Cascata cobrou falta da esquerda e superou o goleiro David Escorpião. Depois do gol, o alvirrubro sentiu dificuldades para bater a forte marcação do Galo do Seridó.

O empate do Corintians de Caicó veio na segunda etapa. Aos oito minutos, Didi aproveitou bobeira da zaga americana, passou pelo goleiro Dida e só tocou para Ebinho completar para as redes.

A virada caicoense também teve a marca do atacante Ebinho. Aos 27 minutos, ele ganhou de Edson Rocha e Alysson na velocidade e bateu na saída de Dida. No lance seguinte, Tiago Adan quase empatou para o América, mas o chute forte foi defendido por David Escorpião. Ainda deu tempo do Corintians ampliar, aos 40 minutos, com Didi.

Aos 43, Ito Cruz foi expulso e deixou o Corintians com um a menos. Mesmo assim, o Galo foi ao ataque mais uma vez e, no finalzinho, por pouco não marcou o quarto, com Mercinho acertando a trave de Dida.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

POTIGUAR - M DERROTA ABC POR 1X0 E MANTÉM SUA INVENCIBILIDADE

Gol da vitória foi marcado pelo atacante Giovanni, aos 45 minutos do 1ºtempo. Time mossoroense está há nove jogos sem perder no Estadual.

Saiba Mais

Em jogo morno onde o time da casa se mostrou melhor durante boa parte do jogo, o Potiguar de Mossoró venceu o ABC por 1 a 0 neste domingo. A partida foi disputada no Estádio Nogueirão, em Mossoró.

Com a vitória, o time de Mossoró mantém uma invencibilidade que já dura nove jogos no Estadual, e é um dos líderes do primeiro turno da segunda fase, com três pontos, ao lado de Assu e Corintians-RN.

O jogo

O ABC, que não jogava uma partida oficial desde a eliminação da Copa do Nordeste, começou a partida mostrando pouco ritmo de jogo. A novidade da equipe foi a presença do atacante Romarinho entre os titulares, substituindo Vanderlei, vetado pelo departamento médico.

Com o apoio da torcida, o Potiguar partiu para cima do adversário e, logo aos sete minutos, Daniel tentou encobrir o goleiro Lopes, mas sem sucesso. Com mais objetividade, os donos da casa chegaram ao gol aos 45 minutos. Vaninho cruzou e Giovanni marcou de cabeça.

No segundo tempo, o ABC tentou mudar o ataque, colocando Jheimy no lugar de Romarinho. Errando muitos passes, o alvinegro não conseguiu impor seu ritmo de jogo. Do lado do Potiguar, Robertinho e Cleiton Recife davam trabalho ao goleiro Lopes, mas o placar não sofreu alteração.

Na próxima rodada, o Potiguar de Mossoró enfrenta o Alecrim no Ninho do Periquito, na quarta-feira. Já o ABC recebe o Santa Cruz-RN no Estádio Frasqueirão, no mesmo dia.

Postado Por GUIMARÃES (Globo.com) 03/03/2013

Fechar

RIGIDEZ LEVA PESSOAS A ALUGAREM VANS PARA DEIXAREM EM CASA.

COM A RIGOROSIDADE DA LEI SECA, GRUPOS DE AMIGOS ADQUIREM O HÁBITO DE CONTRATAR VANS PARA IREM ÀS FESTAS OU OUTROS TIPOS DE EVENTOS NOTURNOS.

Saiba Mais

Você certamente já ouviu muito falar que bebida e direção não combinam. Também é certo que muitas vezes arriscou a própria vida voltando de uma festa sob o efeito de algumas cervejas. A prática, embora configure um mau hábito, ainda está presente no dia a dia de muitos natalenses. Com o aumento do rigor da Lei Seca, porém, o cenário vai mudando aos poucos. Agora o que muita gente já faz é alugar veículos, geralmente vans que comportam até 15 pessoas, para se locomover aos mais variados eventos.

Pode ser um casamento, o aniversário de um amigo, um show de forró ou uma confraria que se reúne para tomar vinho uma vez por semana. Não importa o evento, eles decidiram deixar os carros em casa. O empresário Kerley Leal Bezerra foi esperto e enxergou um novo filão para fazer crescer sua empresa de locação de veículos e passeios. Depois da tolerância zero da Lei Seca, a procura cresceu 20% pela van do sócio da Leal Tour, que em breve se tornará MK Locações. A hora, o local e o tipo de evento não fazem diferença. Com a nova demanda, o empresário fatura quase R$ 5 mil por mês só transportando pessoas nessas condições.

Era uma terça-feira quando Kerley foi contratado para levar uma turma para uma formatura em Nova Parnamirim. A maioria morava do Parque dos Coqueiros, na Zona Norte. A promotora de vendas Maraíza Otaviano era uma delas. Prima do formando, ela se juntou à turma e fretou a van para se deslocar até a festa. Há cerca de três meses se tornou comum a prática entre os amigos, que sempre saem numa turma de 12 pessoas, todos casais.

“A gente costumava ir em até três carros para a festa, mas sempre um ficava sem beber para dirigir na volta. Hoje economizamos a gasolina e temos a segurança de ir todo mundo num carro só”, diz.

Juntos, costumam ir a shows em Ceará-Mirim, Macaíba, Vila Folia e Circo da Folia em Pirangi, entre uma e duas vezes por mês. O transporte sai em média por R$ 20 para cada um por noite. A segurança de ter alguém sóbrio transportando os amigos é um dos benefícios do serviço, segundo Maraíza. Além da comodidade, já que Kerley pega e deixa cada um em casa.
 estudante Flaviana Bandeira, 30, também cansou de ser a motorista da rodada e de pagar caro por táxi. “Passei a usar o serviço por segurança, porque o que mais a gente vê por aí são pessoas inocentes sofrendo acidentes por culpa de outros que dirigem bêbados”, conta.

A estudante tomou conhecimento do serviço depois de uma série de matérias veiculadas na televisão sobre o aumento do rigor da Lei Seca. Ficou sabendo que Kerley fazia o transporte e, desde setembro, sempre que vai a uma festa contrata a van. A maior vantagem, diz Flaviana, é a segurança de ser pega e deixada em casa por um motorista que não ingeriu uma gota de álcool. “Antes eu costumava sair em equipe com amigos, de carona, então sempre a gente revezava: tinha o motorista da rodada que não bebia”, conta Flaviana.

Praias como Pirangi e Muriú são alguns dos lugares que a turma de Flaviana já foi. Nessa terça-feira, porém, eles se reuniram para a formatura do amigo Emanuel Bandeira, um dos integrantes da trupe que quase todo final de semana sai de van. Operador de logística, ele diz que há dois anos sai com Kerley, depois que um amigo indicou o serviço. Morador da Zona Norte, ele diz que ficou cada dia mais difícil marcar presença nas festas de Macaíba e Parnamirim depois da Lei Seca.

“Ficou inviável ir de carro porque não cabia todo mundo. E depois não dava para voltar dirigindo embriagado”, conta. A turma já chegou a solicitar o serviço para um fim de semana inteiro, quando foi para uma casa de praia em Barra de Maxaranguape. “Ele pegou a gente e deixou lá na sexta e quando foi no domingo foi buscar”, conta.

Clientes possuem em média entre 20 e 55 anos 

Fazendo esse trabalho há três anos, Kerley está acostumado a lidar com todo tipo de gente. Desde os mais comportados até os beberrões, que já chegaram até a vomitar na van. Tranquilo, ele diz que isso faz parte do trabalho. “Ao levar pessoas para uma festa, sabendo que elas vão beber, eu assumo o risco. Mas depois é só colocar o carro para lavar”, diz. O carro é todo coberto de bancada de couro, o que facilita a lavagem em casos como esse. A situação, emenda, é bastante comum de acontecer, mas geralmente não há estresse entre os frequentadores do veículo.

No início o serviço era feito somente entre amigos, mas Kerley foi se tornando conhecido no meio. Como naturalmente não ingere bebida alcoólica, foi ganhando a confiança dos clientes. O público que contrata a van são pessoas entre 20 e 55 anos, que pedem o serviço para ir a festas, formaturas, casamentos ou aniversários. Normalmente vai até Macaíba, Parnamirim, São José de Mipibu, João Câmara e até Caicó. No último verão levou pessoas a Pirangi, Muriú e Barra de Maxaranguape.

Antes da Lei Seca, ele já realizava o serviço, mas depois da norma percebeu um incremento de 20% na procura, inclusive para outros lugares. Antes as pessoas o contratavam para irem para festas e eventos, hoje já costumam chamá-lo até para ir a barzinhos e boates. Por cada noite que sai em Natal, Kerley cobra R$ 300. A hora de saída e de chegada em casa é o cliente quem determina. Se for sair da cidade, o preço pode subir até R$ 350.
Lidar com pessoas em fim de festa não é lá das tarefas mais fáceis. Mas o empresário diz que tira de letra. Certa vez viajou com um grupo para Currais Novos e quando o relógio marcou 4h, duas pessoas do grupo não chegaram ao local marcado. Esperou, ligou e nada. Uma hora depois eles apareceram. “A gente espera. Esperamos meia hora, ligamos. Se não aparecerem nem derem notícia, imaginamos que é porque conseguiram voltar para casa”, diz. Com o aumento no rigor da lei, Kerley diz que hoje leva até duas turmas por dia para diferentes eventos. As saídas acontecem geralmente na sexta e no sábado e ele chega a fazer até dois traslados. “É um negócio rentável. Criei um padrão de qualidade e procuro manter, sendo pontual e respeitando os clientes. A procura só tem crescido”, finaliza.

Postado Por GUIMARÃES - TRANSCRITO DO NOVO JORNAL 03/03/2013

Fechar

ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA ESTUDA O CORTE DE SALÁRIOS EXTRAS.

EXTINÇÃO DE SALÁRIOS EXTRAS DOS DEPUTADOS ESTADUAIS VAI REDUZIR EM R$ 960 MIL GASTO ANUAL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA COM A FOLHA DE PESSOAL.

Saiba Mais

 Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte vai economizar anualmente cerca de R$ 960 mil com a extinção dos salários extras dos seus 24 deputados. Os parlamentares recebem uma ajuda de custo equivalente ao subsídio salarial, que gira em torno de R$ 20 mil, no início e no final de cada período legislativo que corresponde ao 14º e 15º salário.

A proposição foi apresentada pelo presidente da casa, deputado Ricardo Motta (PMN), na sessão ordinária da última quarta-feira. O presidente diz que já recebeu apoio dos outros deputados. “Já conversei com os outros colegas e eles apoiaram a iniciativa. Vamos votar a resolução para mudar o regimento interno da casa. A realidade em que vivemos no momento pede isso”, declara.

Motta vai apresentar formalmente a proposta à Mesa Diretora e aos líderes possivelmente na próxima terça-feira para que entre em votação imediatamente. “Pedi a procuradoria para que elaborasse o projeto e a partir da semana que vem já estaremos votando e com certeza será aprovado”, prevê. Os detalhes do projeto serão revelados com a conclusão da matéria.

Os dois salários adicionais dos parlamentares correspondem ao subsídio de um deputado, que gira em torno de R$ 20 mil. A verba que já foi paga no início do período legislativo atual não precisará ser ressarcida pelos deputados porque, segundo Ricardo Motta, não se trata de nenhum ato ilegal e condiz com o regimento, por isso, será preciso alterá-lo. Ao ser aprovada, a medida passará a valer para os vencimentos que ainda seriam pagos a partir de então.

Ricardo Motta relata que a ideia já era discutida nas reuniões de presidentes de assembleias legislativas do país e que agora vai de encontro com a votação, ocorrida na última quarta-feira na Câmara Federal, que extinguiu o pagamento do 14º e 15º salários na Câmara e Senado.
Para senadores e deputados federais os dois salários extras anuais eram pagos há mais de 65 anos. Na ocasião, ao anunciar a votação, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), deixou claro que existia uma pressão forte da opinião pública para o enfrentamento dessa questão.

Em nível nacional, o projeto já passou no Senado e será promulgado pelas duas casas, mas mantém o pagamento de um salário extra (R$ 26,7 mil) no início e outro no final de cada legislatura de quatro anos (no caso de deputados) e de oito anos (no caso de Senadores).

Da forma como era concedido todos os anos, o dinheiro extra destinado aos 594 parlamentares (513 deputados e 81 Senadores) representava um impacto anual de cerca de R$ 31 milhões nas contas públicas.

Se no Rio Grande do Norte os deputados seguirem a mesma tendência, o fim deste benefício vai gerar uma economia anual de R$ 960 mil. O presidente Ricardo Motta acredita que o projeto será aprovado a unanimidade e, ao propor a extinção da verba recebeu o apoio dos colegas que estavam no plenário.

 

APOIO
O deputado Fernando Mineiro, que lidera o bloco formado pelo (PT, PTB e PHS) parabenizou a iniciativa. Ele diz que já esperava que algo neste sentido ocorresse no parlamento estadual. “É algo automático porque seguimos as regras da Câmara, mas de certo, que haverá uma grande economia de recursos”, disse o petista.

Os deputados Kelps Lima (PR) e Hermano Moraes (PMDB) destacaram positivamente a ação que entendem estar em consonância com o Congresso Nacional e com o desejo da população. Ambos sinalizaram que votarão favoráveis à proposição. O líder do PMDB na Assembleia, deputado Walter Alves também ressaltou a harmonia com o que foi definido no cenário nacional. “Sou favorável a derrubar essa ajuda de custo. Já foi uma decisão da Câmara e nós estamos acompanhando. Irei dialogar com nossos colegas para liberar a tramitação e votarmos o mais rápido possível”, assevera.
A deputada Márcia Maia (PSB) que lidera os pessebistas na Assembleia disse que também é favorável e que o projeto não enfrentará dificuldades para ser aprovado, já que entende ser este o posicionamento dos colegas parlamentares. 

Postado Por GUIMARÃES - TRANSCRITO DO NOVO JORNAL 03/03/2013

Fechar